PES 2018 é escolhido o Melhor Game de Esportes da Gamescom 2017

Você pode gostar...

  • Breno Lucas

    Ja esta disponível a DEMO na PSN NOVA ZELÂNDIA?

    • Edivan

      pois é…. ninguém ainda saiu com essa informação???

      • Já divulguei no face e Twitter a cerca de 30 min. atrás. Já está disponível para PS4 e PS3. Na live já havia saído desde as 10h. Lembrando que é na Store da Nova Zelândia.

        • Edivan

          Ahh tah… É que no trampo não tenho acesso a essas redes sociais…kkkkk… Mas vc lembra Cícero mais ou menos que hora local (lá da Nova Zelandia) era quando liberou??? Pra gente ter uma noção de que horas pode liberar hoje à noite (de madrugada)?????

          • Hoje a noite, tudo indica que vai ser 0h (Brasília).

          • Edivan

            Valeu Cicero… lembro da Demo do PES 17 que demorou pacas pra ser liberada na PSN, enquanto que na LIVE do Xbox já tinha sido liberada muitas horas antes…

          • Breno Lucas

            Liberou dia 30 as 2:00 da manhã na Nova Zelândia, aqui deve sair la pelas 6 hrs.
            Na Live da NZ ja tinha liberado bem antes.

        • Breno Lucas

          Vc ja está baixando cicero? eu tenho conta da NZ e ainda n achei o pes na store

          • Já baixei. Vai em Games > Demo (PES 2018 Demo)

          • Breno Lucas

            Consegui , fui na versão pre order la em baixo ta a demo.
            Pesquisando não encontrei kk

  • Nobruu

    Boa noite, Cicero. Pra jogar online no Ps4, precisa pagar igual no Xbox One?? Qual o valor da Plus?

    • Bom dia já, né…rsrs. Infelizmente, precisa sim, 129,00 por 1 ano.

      Vocês ganha dois jogos grátis por mês, geralmente não são lá essas coisas. Mas nesse mês de setembro, tem Just Cause 3. Jogo muito e que já paga de sobra esse valor.

      • Nobruu

        Verdade nem reparei que tinha passado da 00:00. Rsrss, mais vlw, obrigado pela resposta.

  • Lunardo Moreira

    O problema da KONAMI é cometer erros básicos que vou listar aqui:

    – Adam Bhatti responde comentários dos fãs com estupidez, os tratando com grosseria e não ouve o que a comunidade quer. O bem mais valioso de uma empresa é o cliente. Ele paga o salário de todos da empresa. Saber tratar o cliente é o princípio fundamental do Marketing. Inadimissível um gerente Global agir com tamanho amadorismo;

    – Regressão de qualidade. O jogo possuía diversos modos e elementos de jogo que foram retirados, dentre eles, jogos na neve, saída de jogadores de maca, animações da Master Liga, PES Shop, Editor de estádios e Importação de áudio de cânticos de torcida. Em um jogo que é deficiente em licenças, focar nos detalhes extra campo e modos de edição é fundamental para que o game seja completo. deveriam manter todos esses elementos, independente se a comunidade pede ou não, pois, são elementos que apenas agregam e não prejudicam a experiência do jogo, além do concorrente possuir todos esses elementos, é o mínimo tê-los para competir em pé de igualdade. Exemplo disso é a ausência de gandulas e cobrança de laterais rápidos que já existem há anos no FIFA.

    – Decisões estratégicas equivocadas. A Konami gasta rios de dinheiro com parcerias que não agregam e não garantem exclusividade dos times para o jogo, pois os mesmos continuam no FIFA, ao contrário dos times ingleses, alemães e a Juventus que não aparecem no PES por terem parceria com a EA. Outro exemplo é o Usain Bolt, com o dinheiro gasto seria melhor licenciar mais um clube ou legend. O jogo já possui um orçamento para investimento limitado. É necessário saber utilizar esse dinheiro ao invés de gastar para fazer média com clubes Europeus e gastar com canais de divulgação que não representam a comunidade de PES, como diversos canais do Youtube que não estão nem aí para PES e recebem grana.

    4° Não sabe utilizar as licenças que possui. A Konami detém a licença da Liga Italiana e Ligue 1. Por que não representar essas ligas com os placares, estádios e extra campo oficiais, assim como FIFA faz com a Premier League? São ligas que apesar de menores irão ganhar mais relevância com a ascenção do Milan e PSG. Tratar com capricho e valorizar o produto dessas ligas vai agradar os dirigentes e facilitar acordos de exclusividade, além de garantir a manutenção da licença. Ter essas ligas bem representadas garantiria uma recuperação do mercado Europeu, já que muitos italianos e franceses comprariam o jogo, e apesar de serem ligas menos badaladas que a inglesa e espanhola, seria um duro golpe na EA para equilibrar a competição.

    – Investir todas as fichas no Online sem ter estrutura mínima para manter um serviço de qualidade. Estão capando os modos offline para dar destaque ao MyClub na ganância de ganhar dinheiro com microtransações. Os modos mais conceituados e que diferenciaram PES sempre foi o Offline, e estão largando esse modo e deixando os fãs irritados. Não adianta investir no MyClub com um serviço online de péssima qualidade, onde as conexões vivem caindo, e mal existe um sistema para combater Rage Quit e trapaças. O que acaba acontecendo com o produto final é que se tem tanto o modo offline quanto online péssimos, defasados, mal trabalhados e o consumidor fica sem opção, porque se for jogar on a conexão cai, mas se for jogar off, o modo é pobre e sem emoção.

    Não precisa ser nenhum especialista para enxergar erros básicos que em um mercado tão competitivo não pode acontecer. A KONAMI está parada no tempo e possui um Marketing ineficiente que não reconhece suas deficiências e não entende seu produto e muito menos o consumidor.

  • Diogo Juan

    Cara, jogo PES desde Super Star Soccer do SNes. Só vi essa hype toda na época do Winning Eleven para o PSOne que foi algo revolucionário para os games. To sentindo esse mesmo sentimento desses primórdios de WE. Acho que a Konami (caso PES 2018 seja esse sucesso todo que vem promentendo) pode tomar nosso jogo como carro chefe da produtora e investir cada vez mais. Nçao creio que o Metal Gear e outros games da Konami dão tanto retorno quando o PES. Mas oremos…
    PS: ” japoneses abram os olhos” – vc foi muito sacana Cícero kkkkk

    • taba

      Também sou dessa época do game, mas o PES perdeu muito mercado pro FIFA e grande parte da galerinha mais nova ta comprando o FIFA, hj o PES tem que investi em publicidade, licenças e eu acho q fazer mais campeonatos que o e-sport esta em alta hj em dia.

  • Fernando Erthal

    Os japa levam o jogo em banho maria,eles jogam para não perder dinheiro no pensamento deles. So vao investir quando o jogo vender muito e myclub começar a dar dinheiro

    • Carlos Marques

      Concordo com você mais ele precisam arriscar uma mudança nesse modo, 2015,2016,2017 e 2018 mesma coisa sem nenhuma animação! Se voçe quer ganhar dinheiro tenta mudar faz mudanças, dificulta ja 1 mes de my club tem gente monta time super forte….. ex: vc precisa de um LD, eu tenho 3 ou 4 vc me solicitava para vender ou emprestar, pagamentos gp ou moedas claro que no jogo eles fazem esse emprestimos 10 partidas!!! Você precisa de um ZC, vc manda proposta para o time que zc esta entende mais dificuldade para pegar os melhores acho mais interessante, my club ele é bom por 5 meses depois perde a graça sem contar com os bugadores derrubadores leg etc… por isso esse modo nao anima mais jogar , ainda encheram o jogo de legends…. falta dinamica nesse modo muita animação na roleta parece uma coisa sem graça aquele giro, tudo prtemeditado isso é escroto da konami!!!! espera para ver!!!

    • Acho que é bem por aí, Fernando. Mas aí caímos naquela questão: Tem como o myclub ter o retorno esperado por eles, sem que haja investimento? Na minha opinião, não!

      Mas como você falou, pra parece que é assim: eles chegam pra divisão que está a frente do PES, e dizem “Vocês têm X pra gastar, se virem!”.

      Só que esse “X” parece que nunca muda de um ano para outro. Então PES vai crescendo em doses homeopáticas. Um ano corrige um setor, no outro, corrige outra coisa, e assim vai.

      Enquanto isso a EA derrama rios de dinheiro em marketing e licenças. E mesmo não achando o jogo em si, bom, nem preciso dizer que se tem uma coisa que funciona no mundo dos games de esportes, são marketing e licenças.

      • mfsferrer

        Cícero fica difícil avaliar isso pois não sabemos qual é esse “X”, mas tem coisa que também acho que é falta de bom senso, má vontade, falta de conhecimento real do esporte em si. Tem horas que parece que esses caras não assistem futebol.

        • Fernando Erthal

          Essa parceria com ter apenas exclusividade do estadio do barça .. Acho q a konami quer mostrar força ou dar uma cartada certa..Q ao meu ver esse dinheiro poderia licenciar duas ligas menores da europa. E outra cicero a equipe do pes acho q e pequena e mal consegue ter tempo pra fazer novos estadios, legends perfeitos com player id ,fora ter q ajustar a gameplay.. Por isso tem minimas melhorias na ml e rumo estrelato.Ai q a konami era, pra contratar umas 20 pessoas pra trabalhar na produção do game ml e rumo estrelato não ia custar muito dinheiro . Licença ja e mais investimento $

    • Fabio Cruz

      Infelizmente cara, PES tem potencial demais, e como tem (falo essencialmente da Gameplay que eu particularmente considero muito importante). Ao menos Offline a cada versão que chega, é um verdadeiro simulador de futebol. Porem, não só gameplay importa, e infelizmente os caras não ouvem os fans, vejo que dois caras fazem um bom trabalho, André Bronzoni e Rob Ron, os caras procuram fazer milagre com o pouco que os “Chefões lá do Japão liberam para investir”.

      Jogo Fifa, e posso te dizer que a cada ano a EA “piora” a jogabilidade, Fifa 18 é um Fifa 17 2.0 em relação a gameplay, sem nenhuma melhora e um jogo extramemente scriptado, só que a EA vem com não um “caminhão de dinheiro para licença”, ela trabalha muito bem em conteudo, Seja online e offline, ela manda muito bem, e isso tem que ser reconhecido.

      • Essa questão de quem é o mérito dos resultados no PES, é bem complicada.

        O Robbye Ron é um cara que veio da comunidade PES, e portanto já tinha a simpatia da galera. Porém, não tem absolutamente nenhuma interferência nas decisões da Konami. Ele apenas ajuda a divulgar aquilo que já foi definido.

        O Andre Bronzoni não é a toa que, entra gestão, sai gestão, e ele continua lá. De fato o cara é muito competente e muito gente boa. Até o Kojima saiu, e o Andre continua lá…rsrs.

        Quanto ao Adam, é como eu falei, não dá pra apontar que ele é o culpado de todas as desgraças do PES. Muito pelo contrário, mesmo discordando de várias atitudes do cara, tenho cuidado pra não ser injusto nas minhas análises.

        Porém, mais uma vez eu repito, a culpa maior é da própria Konami, por não colocar uma outra pessoa nessa função de intermediador junto a comunidade. Deixa o Adam apenas correndo atrás das parcerias, etc.

        Vê se o gerente global do FIFA, vive por aí trocando ideia com a galera! Essa não é a função de um gerente global, portanto, a culpa é da empresa que não faz da maneira certa. Na Konami parece que todo mundo mais do que a sua função.

        O Adam assumiu a gerencia do PES, quando o jogo estava muito mal das pernas (Logo depois do trágico PES 2014). E talvez não seja a melhor pessoa para está na função, mas temos que reconhecer que PES conseguiu levantar a cabeça, estando ele na função de Gerente global.

        Essa história de que o PES sobreviveu, como muitos falam por aí, exclusivamente por conta do Bronzoni, é conversa de quem quer fazer média com o cara.

        Provavelmente, o Andre não deve tomar decisões, sem o aval do Adam. E no fundo, as decisões são tomadas pela EQUIPE, que no caso, é gerida pelo Adam.

        • Fabio Cruz

          Em relação ao futebol sulamericano, eu acredito sim que o André e o Rob trabalharam duro para trazer o bom conteúdo de times e estádios que temos hoje (e lembrando que a Libertadores e Sulamericana não estão no PES, por problemas de corrupção da Conmebol).

          Concordo que nem eles, nem o Adam dão as cartadas finais no PES, porem que todos eles tem suas autonomias, eles tem. Que Pes evoluiu do 14 pra cá, isso é muito visível. Porem, falta mais pra crescer e voltar a ser um jogo grande (caso eles queiram isso de verdade, talvez o status atual, agrada os investidores e donos da Konami).

          Poderia ser um pouco mais agressivo o marketing e investimento pelo em menos em equipes, um bom gerente global por exemplo, já teria conseguido com a microsoft uma maneira de liberar os OFs para o Xone (existe o programa Onedrive por exemplo). Quem mais se prejudica nessa situação é a propria Konami.

          Um bom Gerente Global, se esquivaria de brigas com fans pelo twitter, entendo que ele é muito visado, porem ele ocupa um cargo importante, de uma franquia muito querida com mais de 20 anos de tradição.

          Eu diria que Fifa tem pelo menos 80% do publico que era de PES, e não volta para o mesmo, devido muitos problemas ao longo dos anos.

          • Cara, não tenho absolutamente nada contra, nem a favor do Adam. Mas como falei, procuro separar as coisas.

            O fato do Adam não ser preparado para se relacionar com os fãs, não deve se levado em consideração, quando avalia-se seu trabalho na função de gerente global. A falta de habilidade com o público é apenas uma das qualidades.

            É nítido que a maioria dos que são contrário ao membro da Konami, se deve ao jeito com que ele se comporta nas redes sociais.

            Outra coisa, praticamente tudo o que falamos sobre qualquer membro da Konami, não passa de mera especulação, pois não sabemos de fato, como as coisas ocorrem. Ninguém, absolutamente ninguém, sabe como as coisas são feitas na Konami.

            Quanto a questão de existir um OF no XBox One, só gostaria de lembrar, que isso não é uma exclusividade do PES. A Microsoft simplesmente não aceita nenhum arquivo extra, para que seja armazenado em seu console (não de forma oficial). Associado a isso, até ano passado a empresa tinha uma parceria exclusiva com o principal concorrente do PES, e é de se esperar que não haja muito interesse/boa vontade que algo seja feito em relação ao PES.

            Não é uma questão se é via One Drive ou pelo próprio USB. Isso ocorre mais devido a uma política da própria Microsoft, principalmente por questões de segurança. A própria Sony não liberou logo de cara, a opção de importação de imagem no PS4, mesmo sendo parceira de longos anos da Konami.

            A grande maioria está avaliando o trabalho do Adam, muito pelo o que ele é nas redes sociais, e não pelo o que de fato vem sendo feito pelo jogo.

            Esse seu último parágrafo, reforça ainda mais o que estou querendo dizer. As dificuldades que PES passa, hoje, é basicamente por conta de quase 10 anos de inatividade de quem estava por trás da franquia. E agora, é como se nada disso importasse.

            Parece que todos esqueceram o que era o PES 2014, e o que o PES se transformou. Um jogo que começou, não do zero, mas do -3.

            Insisto, o que a Konami está esperando para chegar no Adam, e dizer: A partir de hoje, não quero uma só palavra, relacionada ao game. Pois a partir de agora, temos uma pessoa para isso!

  • Mfsferrer

    Bem que após essa premiação a federação alemã poderia romper a exclusividade com a EA e passar a Bundesliga pra Nós. Aí eu vi vantagem, kkkkk. Mas esse ano eu concordo com o Prêmio. Merecido.

    • Grana, esse é o problema. Tendo dinheiro, resolve tudo.

  • Loeny Clauvend

    Já eu não acho que a melhor parte está em um jogo ser lançado a cada ano com melhorias fazendo todos enfiarem no rabo deles 200 $ + todo o ano. Rockstar, por sinal, em breve lançará mais 1 DLC gratuita. E nós aqui todo ano comprando um jogo que acaba em Agosto! Mas em campo o jogo é realmente o melhor mesmo rsrs…

    • Mas em nenhum momento eu o jogo era bom, por ser lançado anualmente, muito menos defendi que essa prática é a melhor.

      Quando citei a condição de ser um jogo anual, me referi ao fato de que têm algumas franquias, que até têm mais de 20 anos. Porém, lançam um jogo a cada 5 ou 6 anos. E muitas que fazem isso, não é porque têm conteúdo para mostrar durante esses 5 ou 6 anos. Em muitos casos, é porque de fato, não têm o que mostrar.

      GTA é um caso a parte.

      • Loeny Clauvend

        entendi…

  • DONI

    Prêmio merecido, dentro de campo essa versão é sensacional,enfim realista, mesmo na beta era possível notar que finalmente começaram a dificultar os desarmes além de remover o bug do cruzamento, e tudo com uma qualidade online que nunca experimentei no PES, horas e horas se passando como minutos, igual você disse, tomara que abram BEM os olhos para o PES,tenho certeza que a Konami poderia fazer muito se quisesse, mas parece estar satisfeita com o lucro das microtransações dentro do jogo, de qualquer maneira Adam disse 3 anos,quem sabe?

    • Eu nem acho que a falta de investimento seja por questão de satisfação. No capitalismo que move esse mercado, é até meio difícil de conviverem com essa palavra “satisfeito”. Quanto mais, melhor!

      Acho que é mais uma questão de medo de investir mesmo, movido por um “espírito conservador oriental”