Plano B para as licenças, myclub Free, melhorias gráficas e modo CO-OP 2×2

Fala galera, hoje, com a fim do embargo colocado pela Konami, para a liberação de vídeos de gameplays e entrevistas, por aqueles que participaram da segunda etapa de testes do PES 2017, temos uma enxurrada de gameplays mostrando mais detalhes do game.

Inicialmente pensei em fazer algum tipo de análise do que estou vendo, mas como são muitos vídeos, achei melhor me concentrar em algumas informações, que na minha opinião, são mais importantes, neste momento. Então, senta aí, que tem muita coisa.

E foi justamente acompanhando esses vídeos, que me deparei com mais uma entrevista com a participação do Adam Bahtti (sempre ele), porém, dessa vez, acompanhado pelo principal produto de PES, Manorito Hosoda.

A entrevista foi feita pelo WENB Espanha e como mencionei acima trás mais alguns detalhes importantes para o PES 2017, que tomei a liberdade de contextualizar para facilitar o entendimento de todos.

O representante do blog espanhol começa a entrevista perguntando sobre as preferências dos membros da Konami, em relação ao PES 2017. E é claro que não vou me deter essa parte, pois a essa altura isso não nos interessa muito.

Quando perguntado sobre as melhorias gráficas do jogo, Hosoda destaca três aspectos:

O primeiro está relacionado com a questão da iluminação, que segundo ele, teremos o dobro de iluminação no cenário de jogo do PES 2017; a segunda diz respeito ao gramado, onde poderemos observar, por exemplo, a inclinação da grama nos momentos em que o jogador pisa sobre ela, e que tal movimentação foi feita com base em cálculos físicos, para tornar a ação o mais real possível; e terceiro, a melhoria da torcida, segundo Hosoda, eles trabalharam nesse aspecto, visando a melhoria nas reações dos torcedores.

E vou falar pra vocês, olhando os vídeos até o momento, tudo o que ele falou, eu percebi. O que vocês acharam?

Na sequência da entrevista Adam é questionado com relação a myClub Free. E aí, teremos ou não?

Adam responde que é algo que ainda está sendo decidido, portanto, ainda não se tem uma opinião formada em relação ao myclub Free no PES 2017. Porém ele ressalta que caso seja feito novamente, terá que esclarecer algumas questões, para que possa ser definido que tipo de usuário poderá participar.

Adam continua falando sobre o assunto, dizendo que a intenção é que as coisas sejam feitas da forma mais clara possível, pois caso o modo Free seja disponibilizado novamente, é preciso que fique claro o porque de está disponível para uns usuários e outros, não. E finaliza a questão destacando o sucesso do myclub, tomando como base o grande número de pessoas que jogam o modo, diariamente. Entretanto, ressalta que é preciso que se faça um balanço da situação.

Sempre que sou perguntado se teremos myclub Free no PES 2017, falo que tudo dependeria de uma questão financeira. O Adam tenta dá uma enrolada no assunto, mas ao meu ver, esse balanço que ele cita, é justamente analisar até que ponto a inclusão do modo Free, interferiria nas vendas do jogo Full. Mas que poderia também, incentivar a adesão de novos jogadores ao modo de jogo, e consequentemente à franquia.

Leia também  Atualização semanal #34 - Estrelas da Liga Inglesa (Lv.50)

Portanto, pelo o que entendi, a analise desses fatores decidirão se a Konami optará por essa versão, e se sim, em que momento da vida útil do game, ela fará isso. Por exemplo, se PES 2017 tiver vendendo muito bem, não é interessante ele acrescentar um modo Free.

Não sei se vocês perceberam, mas o Adam acrescenta um elemento novo nessa questão. Ele fala algo parecido com “definir quem terá ou não o direito desse modo”. Então pode ser que o modo não venha disponível para todos, mas como essa seleção seria feita, realmente fica difícil saber, e temos que aguardar um pouco mais.

Pulando para o próximo tema abordado, Adam é perguntado se a partir de agora, até a saída do game, poderemos esperar algum outro tipo de acordo com times europeus ou outros estádios?

Adam responde, sim, sim, por favor, fique atento! Por enquanto não podemos dizer nada, mas queremos deixar bem claro que esta não é a única “Associação”.

Galera, nessa resposta do Adam, não tem como não imaginar que ele pode está se referindo ao fato da Konami ter perdido algumas importantes licenças, dando a entender que a negociação com algumas equipes não se dá, necessariamente via FIFPro.

Ficou confuso? Bora lá!

Pra quem não sabe a A  FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol), criada em 1965 pelas associações representativas dos jogadores profissionais de futebol da França, Escócia, Inglaterra, Itália e Holanda, e é quem é responsável pela negociação de licenças, tanto de equipes como dos atletas associados. Atualmente a FIFPro possui 57.500 membros pertencentes a 42 associações nacionais, entre elas a Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol do Brasil (Fenapaf).

Então é justamente por conta dessa instituição, que a Konami continua mantendo o direito de imagem dos jogadores da liga inglesa e agora, espanhola. Isso porque a Konami tem um contrato com a FIFPro e consequentemente tem o direito de usar as imagens dos jogadores, mesmo a EA adquirindo a exclusividade dessas duas ligas, o que lhe dá o direito de ter exclusividade nos UNIFORMES das equipes.

Leia também  Atualização semanal #30 - Volta do Empresário especial World Stars

Mas voltando para resposta do Adam, tudo leva a crê que ele entende que exista(m) outra(s) possibilidade(s) de negociação, que não seja a FIFPro. Como sabemos a Konami tem a exclusividade das competições da UEFA (Champions, Liga Europa e Super Copa), pode ser que essas licenças deem a Konami a possibilidade de negociação com algumas outras equipes da Europa.

Enfim, o fato é que o Adam disse que não existe apenas a possibilidade de negociação, via FIFPro. Ele já havia falado algo parecido, quando disse no twitter que tinha uma carta na manga para a questão “licença”. Tomara realmente que ele tenha uma manga bem longa, cheia de cartas na manga.

O entrevistador aproveita a deixa e pergunta se eles estão preparando mais notícias importantes para a gamescom (evento que acontece na cidade de Colonia, Alemanha, entre 17 – 21 de Agosto, e que PES é bicampeão consecutivo, como melhor game de esporte)?

Adam dá uma bela de uma ligeira despistada, dizendo que isso pode ocorrer no evento ou até mesmo antes. Mas confirma que a Konami anunciará em breve várias novidades interessantes, e que nos manterá  informados. 

 

A seguir temos uma demonstração da nova “velha” possibilidade no PES 2017. Usei o termo velha, pelo fato de que essa possibilidade já esteve presente em algumas versões passadas, e salve engano no PS3 ainda é possível.

Mas a novidade é que teremos a possibilidade de jogarmos o modo cooperativo (CO-OP) 2×2, onde quem está do seu lado com o segundo controle, pode lhe ajudar contra um a adversário online, por exemplo.

Por mais simples que seja essa opção, e que sempre gerou muita estranheza pelo fato de não está presente para o PS4, era algo que muita gente aguardava.

No vídeo, temos o exemplo de 2×1, onde dois camaradas no mesmo console, enfrentam 1 adversário em um segundo console.

Por enquanto é isso galera, comentem aí o que acham das informações. E quem ainda não viu, confere aí os presentinhos que ganhei da Konami.

E quem ainda não é inscrito no Canal do Youtube, se inscreve aí. E quem não nos acompanha nas redes sociais (Facebook e Twitter) tá perdendo muita informação boa, fica a dica!

Gostou? Deixe seu Like e compartilhe nas redes sociais!