E os SERVIDORES? Alguém se PRONUNCIOU!

Acho que quem acompanha nossa comunidade, seja aqui no blog, Youtube, Facebook ou Twitter, sabe que com o passar do tempo, fui me preocupando mais com o que divulgo, pois se tratando de Konami, corremos sério risco de metermos os pés pelas mãos.

Pior que na maioria das vezes, quando esse tipo de equívoco acontece, é mais por conta do desejo que as coisas aconteçam. Mas como falei, com o tempo aprendi que se quisesse fazer o que faço, teria que conter mais minha ansiedade, para não piorar a situação.

Mas ainda vejo muita gente cometendo esse tipo de erro, pois pega algumas falas dos representantes da Konami, e cria uma teoria sobre o tema. E é óbvio que apesar de termos culpa de não medirmos nossas palavras, temos como principal culpada, a própria Konami, que não deixa claro e em muitos casos, simplesmente não fala sobre o assunto.

Enfim, o fato é que a Gamescom acabou, estamos pouco mais de 20 dias do lançamento do game, e muitas coisas ainda estão não foram esclarecidas.

Mas dentre essas coisas, nada supera a questão dos SERVIDORES!

Esse é o principal exemplo de algo que todos opinam, mesmo sem terem informações concretas, e o que já não tão bom, acaba ficando pior. Por exemplo, essa história de SERVIDORES DEDICADOS, nunca vi alguém da Konami citar essa possibilidade. Isso surgiu do desejo de todos (inclusive eu) para que isso ocorresse, solucionando os problemas online do game.

Mas como falei, tais especulações só ocorrem porque a Konami não vem a público e desmente, colocando a real situação do game.

O fato é que NÃO TEREMOS o tal do servidor dedicado! Pelo menos, se isso acontecer, será uma grande surpresa. Mas como falei, nada indica que isso ocorrerá.

Ao ser perguntado por seguidor do porquê de o jogo ser bloqueado entre regiões do mundo, ou seja, nós da América latina, não podemos jogar contra usuários dos EUA, por exemplo.

Adam esclarece que isso acontece pelo fato do PES “NÃO utilizar SERVIDORES, mas um sistema de P2P, e esse tipo de conexão, depende da distância e velocidade da conexão”. Por isso, eles limitam por região, para que possamos jogar com usuários de regiões mais próximas.

PES FORUM p2p

Lembrando que não estou afirmando que no PES 2017 será P2P. Mas se ao ser perguntado sobre a questão online no PES 2016, o gerente de marca da franquia fala que o PES USA P2P, não tem como imaginar que no 2017 será diferente. Pois se assim fosse, ele diria “Atualmente usamos P2P, mas para 2017, será diferente”.

Para que não sabe o que é P2P, o termo vem do inglês peer-to-peer (par-a-par). Trata-se de um formato de rede de computadores em que a principal característica é descentralização das funções convencionais de rede, onde o computador de cada usuário conectado acaba por realizar funções de servidor e de cliente ao mesmo tempo.

Então meu povo, em vez da Konami alugar um servidor, para que o jogo online fosse administrado por ele, ela prefere optar pelo P2P.

O que a Konami não sabe, ou não finge não saber, é que no P2P, não é só a velocidade e distância da conexão, que interferem no sistema, mas também o tipo de configuração de rede utilizada. Sendo assim, ela deveria colocar um sistema que considerasse essa diversidade a nível de configuração de rede, em virtude das diversas condições de um país com dimensões continentais, como o Brasil. Sem falar que esse tipo de problema não é privilégio do nosso país, mas no mundo inteiro temos relatos desse tipo problema. Mas na América latina a coisa é ainda pior, porém, também temos usuários na Europa com tais problemas.

Falo que também é uma questão de configuração de rede, porque eu mesmo já resolvi um problema com o servidor, trocando de provedor. Ou seja, estava no mesmo lugar, com a mesma velocidade, mas com o provedor, e provavelmente com a configuração de rede nele utilizada, diferente. Sem falar nos relatos de pessoas com 100 MB, que têm problemas, e por outro lado, pessoas com 2 MB que rodam de boa.

Então quer dizer que teremos os mesmos problemas com relação aos lags e derrubadores?

Bem, segundo o Adam, em entrevista a NGB “eles estão trabalhando para melhorar a estabilidade da conexão“, e consequentemente resolver os problemas com os derrubadores.

É claro que isso é muito pouco, pois quem vai comprar o game, necessita de algo mais concreto, pois esse tipo de declaração e nada, é a mesma coisa. Falo isso, porque a Konami já falou algo parecido em outras oportunidades, e mesmo havendo uma evolução em relação as versões anteriores, ainda estamos muito a quem do ideal.

Adam comenta sobre o assunto a partir do minuto 5:15 do vídeo abaixo.

Mas e aí Cícero, você acha que é só conversa fiada ou realmente algo vai melhorar?

Acho que ainda temos que ter calma. Em outro questionamento, Adam é perguntado “se eles estão fazendo algo para resolver o problema dos trapaceiros” (derrubadores, cheats, filhos da mãe ou como gosto de chamar, FILHOS DA MÃE).

E finalmente, pela primeira vez, vimos alguém da Konami, falar sobre o assunto claramente.

Adam falou que “a Konami está trabalhando em uma ferramente anti-cheat, muita específica, na plataforma PC. E que espera que tudo corra bem, e que possa impactar positivamente nas demais plataformas”

 

PES FORUM anti

Quem acompanha meus vídeos no canal, sabe que quase não tive problemas com os servidores no PES 2016. E o jeito em que jogos rolam nos vídeos é o que acontece em 90% dos jogos.

Porém, isso nem sempre foi assim, principalmente no 2015, onde tive que quase fazer chover para conseguir jogar. No 2016 utilizei 3 provedores de internet diferentes, em função de mudança de endereço. Coincidentemente ou não, praticamente não tive problemas com os 3, mesmo um funcionando melhor que outro. E olha que moro entre onde Judas perdeu as botas e onde o vento faz a curva…rsrs.

Mas é óbvio que isso não quer dizer que o problema não exista, pois ao longo do ano recebi inúmeras reclamações de pessoas com dificuldades de conexão. Alguns reclamando dos lags durante o jogo, muitos outros com problemas com derrubadores e alguns, quem nem conseguiam se conectar ao modo online.

Percebi que alguns desses casos, eram mais frequentes no começo, mas resta saber, se é porque já foram solucionados ou porque os usuários desistiram de tentar.

Mas diante dos fatos, mesmo não tendo servidores dedicados (pois é quase certeza que isso ocorrerá), acho que teremos uma melhora dos servidores. Mas não porque a Konami é boazinha ou algo do gênero, e sim, porque ela sabe que precisa de um serviço melhor.

Não passa pela minha mente (mesmo se tratando da Konami, que dá várias pisadas de bola) que eles não enxerguem que o online é mais do que necessário para o futuro da franquia. Mas para mim fica a impressão de que nem a própria Konami sabe como se comportará o game, online, até que ele seja lançado.

Sei que mesmo os jogos consagrados como os tradicionais FPS (Battlefield e CoD) passam por problemas de ajustes em seus modos online, nos primeiros dias de lançamento. Demonstrando que as coisas se ajustam mesmo, quando a massa de pessoas, com suas diferentes condições de redes, começam a usar o servidor. Entretanto, como citei, em dias eles resolvem o problema!

Então galera, tomara que esteja certo e que a Konami de fato tenha essa consciência de que o modo online é o futuro de qualquer game. Pois isso para mim, é mais importante que toda licença do mundo!

Você pode gostar...