Minhas considerações sobre as novidades para o PES 2019

Konami finalmente lanças as informações do PES 2019, com direito a teaser de apresentação, com destaque para Coutinho e David Beckham.

Pois é galera, além das características iniciais, apresentada no post anterior, onde falamos também, sobre as diferentes versões do jogo. Aagora temos mais detalhes do que podemos esperar da próxima versão do PES.

Antes de tudo, com relação as licenças, ainda não temos nada divulgado. E pelo o que acompanhamos nos últimos anos, esse é um assunto que se estenderá até os últimos minutos do lançamento, as vezes até depois.

A única certeza é que a Konami usa o termo “várias ligas”. Mas se eu fosse vocês, não viajariam demais, com a possibilidade da volta das principais ligas. Não que elas não possam vir, mas com relação a essa assunto, é melhor sermos pessimistas, e quem sabe, termos algumas boas surpresas.

Mas vamos lá, para o que de fato foi divulgado. Começando pelo slogan “O poder do futebol”.

Na minha opinião, creio que a escolha do slogan, tenha uma relação com essa nova fase da franquia, onde sim, não teremos mais PES, para a antiga geração (PS3 e XBox 360).

Sei que essa é uma notícia nada agradável para quem joga nas antigas plataformas, mas não tem jeito galera, a fila anda, principalmente se tratando de tecnologia.

Só pra lembrar, o PS3, por exemplo, tem cerca de 12 anos de vida útil, isso é muito tempo, se tratando de tecnologia. Com diversas franquias isso já tinha acontecido, e uma hora, também aconteceria com o PES.

Mesmo imaginando que PES ainda venda bem, principalmente no PS3. Olhando para frente, a Konami teria que tomar uma atitude desse tipo, mais cedo ou mais tarde, para que pudesse deixar o jogo condizente com as atuais plataformas, que logo mais, já não vão ser tão atuais assim.

Além desse benefício, em termos de desenvolvimento do jogo, falarei de outro possível benefício, ao final do post.

Para começar a falar das novidades, vamos logo para o teaser, para quem ainda não viu.

Como já é de costume, o trailer – teaser não mostra quase nada. E já vi muita gente dizendo que não mudou e tal. Cara, é só um trailer de apresentação, não tem como opinar, com muita propriedade, seja para o que mudou ou deixou de mudar no jogo.

No mais, apenas a perfeição na recriação dos gráficos do Beckham e novas animações. No entanto, não esperava nada muito diferente disso, nesse momento.

Agora, já vi gente analisando até a jogabilidade, é brincadeira viu!

O que nota-se claramente, é o trabalho da iluminação do jogo, que aparentemente, foi completamente reformulada.

Segundo a Konami, o resultado da nova iluminação do game, é graças ao software, Enlighten. Este foi usado para retrabalhar a iluminação, tanto natural quanto em estádio.

Abaixo temos algumas imagens, que reforçam tal impressão.

Olhando para as primeiras imagens, percebemos que temos um pouco mais de detalhes em relação ao gramado. A Konami não fala em gramado 3D durante o gameplay, mas afirma que houve melhorias.

E com base nessa segunda imagem, gostaria de salientar uma coisa, até agora, a Konami não falou em nenhum lugar, que teremos o tempo dinâmico. Que como comentei no post anterior, um jogo que começa no meio da tarde e termina no começo da noite, poderá sofrer a interferência da luz ambiente.

Inclusive, tem gente falando de clima dinâmico, onde na verdade, o que se especula, é realmente o tempo (cronológico) dinâmico. Até porque, clima dinâmico, onde o jogo começa sem chuva e depois chove, no meio da partida, já temos.

Outros detalhes da iluminação, são bem visíveis, olhando paras os próprios estádios. Além das imagens que mostrei no post anterior, temos mais essas.

E como vocês perceberam nessa última imagem, finalmente teremos a volta da neve, no PES. Falo em volta, pois quem é das antigas, sabe que ela já tinha dado as caras na franquia.

Apesar de fazer parte do desejo de uma parte da comunidade, na minha humilde opinião, não me empolga muito, apesar de ficar feliz por saber que muita gente deve ter achado legal. Na verdade, nunca entendi por que tanto desespero para que fosse adicionado a neve no jogo.

Falo isso, pois não lembro, qual foi o último jogo que assisti, onde a neve realmente se fazia presente. E acabo pensando, que aqueles que pediam tanto essa adição, era mais pelo fato de que no FIFA, existia.

Mas enfim, para quem não dormiu pela falta de neve, durante esse período. Ou para aqueles que gritaram “Não tem neve, vou pro FIFA!” Tá aí a tão esperada neve.

Agora, já que colocaram, estou curioso para ver como esse fenômeno, vai interferir na gameplay (Konami já confirmou que isso vai acontecer). É sempre um desafio, quando algum jogo de videogame, tenta simular a interferência de um fenômeno natural, na física do jogo.

Mas ainda falando de iluminação, a imagem que mais gostei, em relação a esse aspecto da iluminação, é essa abaixo. Parece outro gráfico, mas tudo indica que é a iluminação que faz toda diferença.

PES FORUM liverpool_pes_2019

Agora falando mais sobre os detalhes que possivelmente, influenciarão na jogabilidade, a Konami confirmou a adição de 11 novas habilidades do jogador. Isso elevará o número de habilidades de um jogador, para 39 habilidades.

Creio que com isso, devemos ter uma maior diferenciação no estilo de jogo de cada jogador, trazendo mais refinamento da Player ID dos principais jogadores. Estou muito curioso para ver isso na prática.

A Konami afirma que, a animação e a fluidez do drible agora se baseiam em vários fatores, como o posicionamento do jogador e da bola ao longo da linha defensiva, movimentos precisos de simulação para ultrapassar pelos lados e a consciência da proximidade da oposição ao girar.

Novas mecânicas de tiro com animações únicas e variadas foram introduzidas, incluindo movimento da bola passando pelas mãos estendidas do goleiro, reações do atacante que apenas perdeu um pouco e reações mais intensas / alegres ao redor da área do gol.

Nessa parte, vemos que a Konami continuou trabalhando em cima dos movimentos/posicionamento em relação a bola e seu objetivo final (chute, passe, drible, etc.).

Mas alguém deve tá falando “Mas toda vez a Konami fala que a posição do jogador, vai influenciar na batida, drible, passes e coisas do gênero.”

Aí penso o seguinte, trata-se de um jogo de esporte (futebol, no caso), e as vezes fico sem saber do porque da surpresa, em ver, que essas questões foram trabalhadas. Afinal, no meu modo de ver, é esse tipo de coisa que deve ser melhorado.

Porém, o que eu procuro avaliar, é o quanto isso foi de fato, melhorado. Teremos uma mudança relevante ou será algo sutil? Eu vejo sim, muita evolução no PES 2018, em relação a esses pontos, comparando-o com a versões anteriores.

Uma introdução significativa é o Visible Fatigue, que é um sistema de resistência retrabalhado e reequilibrado. Os jogadores darão indicações visuais claras quando estiverem cansados, com o nível de resistência afetando o modo como jogam. Como você gerencia jogadores durante uma partida e quando você faz substituições pode ser a diferença entre ganhar ou perder.

“Caraca moleque”, sempre achei que a resistência dos jogadores, era algo que a Konami poderia trabalhar em seu jogo. Sei que é algo meio complicado, essa questão de dosar a estamina, por conta da galera só querer pegar a bola e sair correndo como se não houvesse amanhã….rsrs.

Mas uma vez bem trabalhado, pode atribuir ao jogo, uma dinâmica muito legal. Tipo, sempre pensei que a Konami pudesse ter algo do tipo, se acionarmos demais, determinado jogador, ele naturalmente, terá sua resistência diminuída, mais rapidamente, e vice versa.

Com isso, poderíamos evitar, que alguém pegasse um CR7, do começo ao fim do jogo, como se de fato ele fosse um máquina que não cansa. E por melhor que ela seja, ele cansa sim, principalmente se for exigido o tempo todo.

Ou seja, o cara vai ter que buscar outras alternativas, dentro do time, ou até mesmo no banco de reserva.

Não posso esperar para ver os jogadores se arrastando no campo, com as mãos nos joelhos, pedindo pelo amor de Deus, para ser substituído. Para quem não lembra, nas edições antigas, já tínhamos algo desse tipo. Tomara que seja dessa forma ou algo ainda melhor.

E o próximo parágrafo, combina certinho com essa necessidade de substituição por outro jogador do banco.

Substituições rápidas estarão disponíveis quando a bola ficar fora de jogo. Um simples pressionamento de botão lhe dará mudanças recomendadas com base na resistência e posição. Não há necessidade de interromper a jogabilidade durante um jogo tenso!

Lembrando que essa é uma função que já existe no FIFA, porém que poder vir pro PES, de uma forma mais dinâmica. Falo isso, pelo fato de que no FIFA, já vi alguém reclamando de como ocorre por lá.

Salvo engano, no FIFA, o próprio jogo sugere uma substituição. Então, se você está de acordo, é só confirmar apertando um botão, e a substituição se realizará, sem precisar sair para a tela de plano de jogo.

Vamos ver se no PES, temos a opção de pré-configurar, antes do início da partida, algumas possíveis substituições.

Melhorias foram feitas para tornar o movimento da bola mais natural e variado. A trajetória da bola agora é baseada na postura e em como a bola foi chutada. Além disso, situações como a bola quicando no corpo do goleiro ou acertando um defensor durante um bloqueio têm resultados mais realistas.

Essa é o tipo de mudança que não tem muito o que opinar, só vendo na prática. Mas na prática, quanto mais a bola se comportar como um elemento, separado do jogador, melhor.

Tipo, quanto menor for, aquela sensação de que haja o que houve, a bola não vai sair do pé do jogador, ou pior, no final da jogada, ela vai voltar pra ele (motivo que leva a quebra de 30% dos controles de quem joga futebol digital…rsrs), melhor.

Mas por enquanto, vamos apreciando a nova pelota.

PES FORUM bola_pes_2019

O toque de corpo inteiro introduzido no ano passado foi aprimorado ainda mais. A forma como a bola é controlada depende mais da situação circundante, permitindo uma captura mais suave e contextual da bola.

Legal também saber que as possibilidades de domínio da bola, foram aperfeiçoadas. Essa questão, implantada o ano passado, de dominar em várias partes do corpo, realmente trás uma dinâmica bem diferente ao game. E se realmente foi aperfeiçoada, bom demais.

Como relação ao outro possível benefício, em função da não disponibilidade do jogo para as antigas plataformas, é que dessa forma, creio eu, teremos menos usuários disputando o mesmo ambiente online do jogo.

Deixei pro final, propositalmente, pelo fato de que, como vocês devem ter percebido, não é mencionado nada sobre o sistema online do PES.

Sendo assim, não sei se um dos motivos da Konami limitar o jogo para as atuais plataformas, foi justamente por essa questão.

Lembrando que essa é só uma suposição, não tenho como afirmar, se na prática, isso interfere.

Mas o que me fez pensar dessa forma, foi o fato de que, quando participo de competições online, com um grande número de usuários, a chance de encontrar partidas com lags, é bem maior.

Mas enfim galera, o que acham de tudo isso? Percebam que não falei de myClub, pois resolvi fazer um outro post, para não deixar esse, maior do que já está. Então ainda hoje, farei minha observações, sobre o que teremos no myClub, com base no que foi divulgado até o momento.

Você pode gostar...