O que muda com a chegada das novas ligas para o PES 2019

Seis novas Ligas europeias e uma sul-americana, chegarão ao PES 2019 e darão uma nova cara ao game, em termos de licenças.

Logo cedo, a Konami finalmente tocou num ponto muito importante para a manutenção da franquia PES.

Entra ano, sai ano, e o tema “licenças” sempre é um dos mais comentados entre os jogadores de futebol digital.

Como já havíamos comentado no post em que a Konami anunciou o encerramento da parceria com a UEFA, a ideia era investir em novos horizontes. Sendo assim, o dinheiro empregado numa licença (UEFA), mal aproveitada no meu entendimento, teria seu melhor aproveitamento de uma outra forma.

E aparentemente, foi exatamente o que a Konami fez.

Apesar do anuncio oficial, ser de 7 novas ligas. Teremos mais duas ligas adicionadas. Uma delas, muito provavelmente, será da Europa. E a outra, apostaria em mais uma liga Sul-americana (Meu palpite).

Essas são as 7 oficialmente anunciadas até o momento.

Dessas 7, destaque para a Liga Russa, que aparecerá com exclusividade no PES 2019.

Muito interessante saber que a Konami começa a expandir suas ações para um mercado tão grandioso, em termos territoriais, com é caso da nação russa.

Lembrando que estamos falando de licenças FULL, Logos das ligas, Clubes e jogadores.

Percebem como as coisas são simples em países organizados?

Tem dinheiro? Quer comprar licenças? Pronto, é só chegar nas instituições responsáveis que administram essas licenças, pagar, e levar! Simples assim!

Não é essa Zorra que é o Brasil, onde não se consegue uma simples organização das licenças dos jogadores. E por isso, não existe um meio “simples” de fechar a parada!

É impressionante como ainda tem gente, que não consegue enxergar dessa forma. E que prefere culpar Konami e EA, por não conseguir licenciar os jogadores dos times brasileiros.

Ainda sobre as novas licenças, temos que ter em mente que, alguns dos principais clubes de cada uma dessas ligas, já estão presentes no jogo. Em outros casos, temos os times, mas com os jogadores genéricos.

Por exemplo, no PES 2018 estamos dessa forma:

Liga NOS (portuguesa) – Apenas os 3 principais – Porto, Sporting e Benfica

Liga SAF (Super liga argentina) – Temos todos os times licenciados, mas não tínhamos a licença da liga. O contrato da Konami era com os clubes.

Liga russa – Zenit, Spartak Moscou e CSKA Moscou.

Liga belga (Jupiler Pro League) – Brugge e Anderlecht,

Liga suíça (Raiffeisen Super League) – Young Boys e Basel

Liga dinamarquesa (Jupiler Pro League) –  København

Apenas na liga escocesa, não temos nenhum representante. Então, sejam bem vindos, Celtic e Rangers.

Dessa forma, analisando esse cenário, onde nitidamente, a Konami se manteve coerente, estendendo as parcerias para as ligas onde ela já possuía as licenças dos principais times de cada uma delas.

Chutaria que uma das duas licenças que está pro vir, uma será a da liga turca, pois temos com principais representantes, Beşiktaş, Fenerbahçe e Galatasaray.

Esse meu palpite é em função da relevância dos clubes dentro do cenário europeu, como também, segue a lógica de escolha da Konami.

E aí, alguém tem mais um palpite sobre essa possível nova liga europeia? E a segunda liga que está por vir, considerando que já temos Brasil, Chile e Argentina, acho que Colômbia seria uma boa, não?

Mas se chegasse um Uruguai ou México, também não seria nada mal. Mas se não estou enganado, México também está amarrado com a EA.

Particularmente, não penso duas vezes pra afirmar que a Konami fez muito bom negócio, em trocar a licença da UEFA, por 9 ligas.

Isso será muito bom para a Master liga, e trará várias outras possibilidades de times pro modos online.

Por falar na Master Liga, finalmente teremos a adição da Competição “International Champions Cup” para a pré-temporada do modo de jogo. Essa é uma licença já anunciada anteriormente pela Konami, mas que pelo jeito, só agora será adicionada ao game.

Para quem que ter mais detalhes, dá uma olhada no post que fiz na época, clicando aqui, que tá bem legal.

Lembrando que com a adição dessas novas ligas, também poderemos ter a inclusão de novos estádios, como também a formação de novas parcerias exclusivas com esses novos clubes.

Também nunca é demais lembrar que, ligas como Premier e a La Liga, continuam sobre o contrato de exclusividade com a EA. Creio que a Bundes Liga, também segue o mesmo caminho. Então, dentro das possibilidades da Konami, acho que ela acertou.

E por falar em licenças da EA, tô vendo muito “neguinho” já gritando pros 4 quantos, que teremos Champions no FIFA 19. Eu acho que não vai ser bem assim, pelo menos pro FIFA 19. Mas aguardemos!

Por fim, gostaria de deixar meu desabafo para aqueles que se dizem a favor da franquia, mas que no fundo, só estão interessados em alimentar seu próprio ego.

A notícia é pra ser comemorada, SIM!

Não são todas as licenças que gostaríamos de ter, até porque, como falei, essas estão atreladas a EA, pelo menos nesse momento.

Mas não comemorar ou até mesmo diminuir tal feito, na minha opinião, é pensar pequeno demais, pra não dizer outra coisa.

PES tem que ampliar seus mercados e conquistar novos fãs. E dentro das possibilidades, essa é a forma mais do que louvável, que a Konami está encontrando.

Até para que futuramente, com a possível expansão, a Konami possa ter recursos suficientes para bater de frente com a EA, oferecendo propostas compensadoras, para termos também as principais ligas.

Considerando também que, muito provavelmente, continuaremos com as licenças atuais, Francesa, italiana, holandesa, etc.

Bora deixar o espírito de porco um pouco de lado e reconhecer que existe sim, uma ação e prol de mudanças. É curioso observar que, para parte da comunidade, nada que se acrescente ao PES, está bom, nada!

Mas eu até tenho um ideia do porque disso. Existe coisa mais fácil de sentar numa cadeira e só reclamar? Tenho certeza que se o PES FORUM, tivesse esse único perfil, teríamos post todos os dias.

Gostou? Deixe seu Like e compartilhe nas redes sociais!